CCXP 2018: guia do sobrevivente das galáxias

Se tivesse que seguir um guia de sobrevivência para aproveitar a maior convenção da cultura pop do mundo, eu diria que ele poderia ter apenas três itens: tênis confortáveis, toalha (don’t panic!) e muita, muuuita paciência para encarar elas… As filas!

A 5ª edição da Comic Con Experience, que acontece em São Paulo entre os dias 6 a 9 de dezembro, ficará para a história do evento pelas atrações tão diversas que impactaram o mais diferente perfil de público – o que reflete, diretamente, nas tão temidas filas!

Além das atrações já carimbadas na convenção que alimentam o espírito geek como HBO (sentar no trono de Game of Thrones? Quero!), Warner e Netflix sempre com seus gigantes e cada vez mais aprimorados estandes, e os estúdios de cinema trazendo convidados e pré-estreias, a CCXP também está abrindo as portas para outros universos – e nem é de uma galáxia tão distante: os brasileiros!

Ainda há certa resistência para isso, é claro. Mas já está começando a mudar. Um exemplo é a aposta do Grupo Globo com um estande pela primeira vez no evento, trazendo talentos da emissora para promover suas novas séries no app Globoplay, como a nacional Ilha de Ferro estrelada por Cauã Reymond. A estratégia de aproximar os famosos do público foi certeira, aglomerando pessoas de diferentes idades (ou seja, filas!) para chegar pertinho dos ídolos. Além disso, a popularização do evento fez com que aumentassem ativações voltadas para crianças, o que demonstra o interesse de famílias participarem de forma mais ativa em uma convenção como esta.

Viver a Comic Con Experience se trata, cada vez mais, de explorar novos mundos. E para todos eles vale a pena enfrentar qualquer fila – com uma pitada de paciência, é claro!

  • Últimos Posts
Danielle Feltrin é especialista em Social Media e já cobriu diversos CCXP no Brasil e nos EUA.
×
Danielle Feltrin é especialista em Social Media e já cobriu diversos CCXP no Brasil e nos EUA.
Latest Posts

Deixe uma resposta