Querida, tem um radar dentro do meu bolso!

Não fale – porque há dispositivos que escutam o que você fala (mesmo quando os celulares, aparelhos de TV e computadores estão desligados). Não tire a roupa em frente ao computador porque alguém pode estar te espionando pela câmera frontal . E agora … fique parado porque o FCC-Federal Communitations Commision acabou de aprovar o “Projeto Solis”, da Alphabet Inc. (Google), informa a Reuters.

O Solis é um sensor de movimentos que funciona como um radar que identifica movimentos em espaços tri-dimensionais e ampliará enormemente os recursos de desenvolvedores. Botões invisíveis poderão ser acionados no ar entre o dedão e o indicador da mão ou por meio de um dial virtual; para quem gosta de games, não haverá mais a necessidade de segurar a direção de um carro em um console – a direção será virtual.

Segundo o Google, o usuário poderá operar um relógio tipo smart, procurar uma música ou ajustar o volume do som simplesmente  movimentando este sistema no ar. A vantagem é que o sinal do radar pode penetrar por tecidos, permitindo que os controles possam ser embutidos em bolsos, mochilas ou “vestíveis”. Mesmo que os controles sejam virtuais, é possível sentir as mudanças físicas que são altamente responsivas, e o retorno é gerado por uma sensação háptica de toques dos dedos.

A busca por controles tipo touchless é antiga. O universo digital é movido a combinações (mash up) de invenções ou evoluções. Nada impede que este recurso seja incorporado às projeções holográficas, por exemplo. No filme Minority Report, Tom Cruise movimenta e arrasta telas por meio deste recurso. A manipulação de controles, com a entrada em operação do Solis, trará uma nova camada de novas aplicações em nossas vidas e na comunicação do planeta – que ficarão ainda mais movimentadas.

Deixe uma resposta