Nuvem. As 10 maiores plataformas do mundo

A nuvem, ou cloud, é o nome genérico da armazenagem, intercambio e interoperabilidade de dados. Antes, os dados comprados (como música, por exemplo) ou gerados pelo usuário ficavam armazenados em máquinas de sua própria propriedade como HDs internos e externos. Mesmo as musicas ficavam, ou ainda ficam, em dispositivos proprietários como o dinossáurico Ipod, smartphone ou computador.

Tudo mudou, tudo está mudando. O atual movimento é resultado da combinação entre o avanço da tecnologia – datahouses, softwares e plataformas -, das redes, da velocidade e integração da banda larga com uma nova mentalidade.

Os millenals têm razão em boa parte. Esta geração, lembra Daniella Ambrogi, VP de marketing da Lectra USA/North America, busca o 1) proposito em tudo, inclusive nas marcas, 2) é inquisitiva e 3) não valoriza a posse. Veja o caso da armazenagem e a guarda dos dados. Certas perguntas dos millenials prodecem: para que ter a posse de produtos como vídeos ou carros? Qual é a razão para manter dados digitais em uma maquina, que ficam obsoletas em menos de dois anos – e a Apple é a campeã das empresas não sustentáveis ao trocar sistemas e deixar os anteriores mais lentos – se é possível armazenar tudo na nuvem?

O negócio agora é de gente e pra gente grande. As empresas de soluções não vendem mais seus kits, estão disponíveis em nuvem e em suaves prestações em um modelo chamado de SaaS – software como serviço (a tradução é horrenda, deveria ser “aluguel de software”).

O Statista destaca pesquisa realizada pelo Financial Times com empresas sobre os principais provedores, ou plataformas, de serviços em nuvem, com quatro perguntas (veja aqui):

– A sua empresa usa?
– Considera usar?
– Nem usa nem considera.
– Está insegura em relação a utilizar este serviço por uma serie de razoes (como segurança).

As 10 maiores marca de nuvem (cloud) do mundo atualmente são:

1) Dropbox
2) Google Cloud
3) Microsoft Azure
4) AWS-Amazon Web Services
5) Adobe
6) Ducusign
7) Salesforce
8) VMWare
9) Oracle
10) Cisco

Segundo comentário de Kira Luttrell-Roth, do Statista, 75% dos executivos veem a nuvem de maneira positiva apesar de receios quanto a cybersegurança e o ecossistema. Este sentimento é variável: os respondentes da Europa, Oriente Médio e África, por exemplo, tem uma visão muito mais otimista do que outras partes.

Nem tudo são flores. Ainda de acordo com Kira, 9 entre 10 empresas tiveram uma série de problemas nos primeiros seis meses de implementação e além de seis meses 75% dos problemas persistiram. As operadoras de nuvem argumentam que os problemas ocorrem por falta de conhecimento do pessoal interno e o gerenciamento de múltiplos serviços de cloud. Se você, que chegou até aqui neste post, utiliza algum tipo de solução em cloud é porque a coisa pegou.

Foto: Inês Conceição (Unsplash).

Deixe uma resposta