Mala de Aventuras

Em 2013, as publicitárias Gaia e Nanda abriram um blog e uma conta no Instagram para compartilhar as experiências do Mala de Aventuras com os amigos. A experiência ficou interessante e em 2015, elas deixaram os empregos para abrir a própria agência de marketing digital. As cariocas de Petrópolis conseguiram clientes e flexibilidade para viajar e produzir conteúdo de qualidade.

Em 2018, o Mala de Aventuras virou um negócio. Com 100 mil visitantes únicos e mais de 200 mil page views por mês, o blog apresenta destinos no mundo inteiro com direito a localização, alimentação, acomodações e passeios imperdíveis, além de um planejamento completo de viagem. O blog ainda conta com uma área chamada vale o clique, com boas indicações, listas e uma playlist para viajar.

Além de todo o guia, nós ensinamos para as pessoas como viajar mais e com economia. Não importa se o perfil do viajante é mochileiro ou luxo, a pessoa quer economizar. Nanda, Mala de Aventuras.

O Mala de Aventuras também produz conteúdo sobre fotografia, em uma linguagem amigável e simples de entender. Recentemente, lançaram um eBook chamado: como se tornar um expert na fotografia com o celular, para ajudar seus seguidores tirar e editar boas fotos. Além disso, elas desenvolveram diversos Presets, filtros para utilizar diretamente no aplicativo de edição de fotos Lightroom CC.

Apesar de todo mundo ter um celular, é muito difícil conseguir boas fotos. Nossos seguidores diziam que não conseguiam tirar boas fotos, editar e colocar filtros legais. Com o interesse, nós criamos o material. Gaia, Mala de Aventuras.

Nas redes sociais, o Mala de Aventuras conta com mais de 90 mil seguidores. O Instagram é o preferido dos seguidores e as fotos de GoPro são um sucesso de interação. O canal do YouTube é novo, foi neste mês que elas começaram a postar conteúdo semanalmente. Toda terça-feira os assinantes recebem um vídeo novo com fotografia, dicas de viagem, experiências e destinos.

O Mala de Aventuras tem muita história para contar, já esteve em lugares como Israel, Austrália, Canadá, Argentina, Colômbia e Africa do Sul, além de diversas viagens pelo Brasil. Em destaque, as viagens para Chamada das Mesas, no Maranhão, Chapada Diamantina, na Bahia e uma viagem inesquecível pelo litoral de Santa Catarina.

Neste mês, Gaia Vani embarca para o Egito e Jordânia, Nanda Hudson segue viagem para Tailândia e Itália. Alguns destaques para o segundo semestre são: Foz do Iguaçu, no Paraná, Bonito, no Mato Grosso do Sul e Jalapão, no Tocantins. Para as próximas viagens, o blog preparou um checklist personalizado e uma planilha de planejamento que será disponibilizada gratuitamente para os seus seguidores.

Nesta semana, nós realizamos uma entrevista exclusiva com as criadoras do Mala de Aventuras e fizemos oito perguntas essenciais sobre turismo, veja as respostas abaixo.

Com que frequência vocês viajam?

Em média, realizamos duas viagens internacionais e duas viagens nacionais por ano. Além de inúmeras viagens de fim de semana para destinos próximos no estado do Rio de Janeiro.

Qual é o perfil do seu público?

O perfil é majoritariamente feminino, com grande influência no eixo Rio-São Paulo. Alguns outros estados são representativos, como Minas Gerais e Paraná.

O que eles querem que vocês apresentem?

O público pede dicas de viagem, como viajar mais e com economia. Recentemente postamos sobre como arrumar as malas e a interação foi incrível. Eles também são muito interessados nas dicas de fotografia.

Quando vocês perceberam que o trabalho engatou?

No ano passado, nós entendemos o blog como negócio. Quando tivemos a resposta financeira, iniciamos a transição para que ele se torna-se nosso único trabalho. Hoje nós temos certeza de que essa é a nossa profissão.

O Brasil recebe menos turistas que Miami, onde estamos errando?

Um dos principais fatores é o noticiário negativo da mídia internacional, que acaba gerando desconfiança. O mesmo acontece quando viajamos para alguns países do exterior.  É uma situação complicada e difícil de reverter, uma pena. O Brasil tem um potencial imenso, atrativos naturais e lugares incríveis.

A sinalização monoglota e a falta comunicação em inglês, estão entre os porquês de recebermos poucos visitantes?

Sim, a comunicação faz muita diferença, principalmente para o transporte e alimentação. Este problema não é uma exclusividade do Brasil, passamos por alguns perrengues lá fora também. O mundo moderno dos aplicativos é uma alternativa para esses momentos.

Vocês estão preparadas para a era do turismo espacial?

Meu Deus! Nunca pensamos nisso. Seria legal dar um pulinho na Lua, ver a Terra lá de cima. Infelizmente, não é uma realidade tão breve e principalmente acessível.

Qual a dica para quem está começando?

Pra começar, você deve estudar bastante o que está rolando no mundo dos blogs e influenciadores. Depois disso, descubra sua própria voz e encontre seu nicho de mercado. É muito importante ser persistente, manter uma base frequente de postagens, independente da mídia, sempre com muito carinho, o mais completo possível.

Para planejar sua viagem, clique aqui. Para seguir na redes sociais, Facebook: @blogmaladeaventuras, Instagram: @maladeaventuras, Pinterest: @maladeaventuras e YouTube: @maladeaventuras. Veja o último vídeo com as belezas do litoral do estado de Santa Catarina.

Deixe uma resposta