Qual o futuro do transporte aéreo?

Disrupção é a palavra da vez. Temos visto como nunca o compartilhamento de materiais online, transporte automobilístico através do Uber e de casas através do Airbnb. O transporte de cargas já é compartilhado através de aplicativos como o Truckpad que conecta caminhoneiros e pessoas procurando pelo serviço de frete.

Mas e o transporte aéreo? Existe alguma solução que contemple o setor?

O EHANG 184 é o primeiro drone capaz de transportar um passageiro em velocidades de até 130 km/h. Foi desenvolvido para funcionar 100% com tecnologia sustentável, movido a energia elétrica. Os vôos são apenas os mais recentes em uma série de testes para garantir que o transporte seja seguro e pronto para uso público em um futuro próximo. Atualmente mais de 1000 testes foram feitos, e uma tela com mapa e dados de vôo previamente inseridos por um smartphone é disponibilizado aos passageiros.

Foto: Aurora Aero – Divulgação

O programa NeXt da Boeing testa protótipos de veículos de mobilidade urbana e realizou com sucesso o primeiro vôo teste de um veículo automatizado de decolagem vertical  em janeiro de 2019.

A Boeing também detém a empresa Aurora que desenvolveu um co-piloto automatizado, utilizando visão de máquina e manipulação robótica, capaz de pilotar aviões civis ou militares com redução de tripulação, prometendo o aprendizado rápido e transição para um novo tipo de aeronave em menos de um mês.

Foto: Ramon Kagie / Unsplash

Deixe uma resposta