B2B e B2C

Gostaria de trocar experiências, nós da área comercial/vendas estamos prontos para o jogo, fechar contratos, fazer vendas e superar metas – sim, superar, pois atingir a meta faz parte do nosso show, muitas vezes a ficha do profissional demora a cair e compreender o cenário competitivo o qual se encontra, 100% da meta deve ser visto como o 1º gatilho simples do nosso mês, mas isso será assunto para outro artigo.

Olhando para esse cenário, onde está sua maior força? Qual atuação você se sente mais confortável?

Apenas para registrar:

B2B: É a sigla para (Business to Business), ou seja, uma empresa comercializa seus produtos para outras empresas.

B2C: É a sigla para (Business to Consumer/Commerce), ou seja, uma empresa comercializa seus produtos para o consumidor final.

Em ambas é necessário uma estratégia e atuação especifica, nas experiências que tive, pude compreender que no B2B, nos relacionamos com valores, quantidades, negociações e principalmente tempo muito maiores para chegar na assinatura do contrato, naturalmente isso exige do profissional uma gestão maior não somente do negócio, mas da operação em si, com um pipeline de vendas que segue todas as etapas fielmente, desde a prospecção do negócio até seu fechamento, exigindo uma relação direta com seus pares na empresa que trabalha, até o relacionamento com os clientes, exigindo contato/visitas para negociação, acompanhamento, discussão, revisão, então desenvolvemos negócios que consomem um tempo maior de maturação, e assim projetamos nossa entrega a longo prazo.

Já no B2C, temos uma atuação mais agressiva e rápida, entregamos os números diariamente “na batida do tambor”, e isso nos exige uma atuação mais direta, com uma agenda mais cheia e reuniões mais objetivas, na maioria dos casos a entrega (do produto/serviço) é simples, e isso faz com que nossas relações com os pares, tanto de casa com clientes, sejam menos frequentes e intensas.

São 2 tipos de profissionais de vendas com características diferentes e nas duas, você não está livre de: Conhecer sua empresa, seu produto e seu público, pois independente da orientação do mercado que você está inserido, o foco no resultado deve ser o mesmo.

Qual seu segmento de atuação preferido?

Foto: Adeolu Eletu / Unsplash

Deixe uma resposta