Experiência do colaborador: satisfação transformada em desempenho

As relações de trabalho estão passando por uma grande transformação mundial, assim como o modelo se de relacionar empresa com colaborador e o inverso. As empresas estão cada vez mais preocupadas e atuantes em reconhecer os funcionários como indivíduos efetivamente. Uma nova cultura está se instalando de forma a refletir na jornada completa, ou seja, a experiência do funcionário, refere-se a toda e qualquer experiência do colaborador com a empresa: desde o processo seletivo, integração, plano de desenvolvimento, processos diários, planos de metas e bonificações, escalas de trabalho, valorização da saúde do colaborador, relações pessoais com superiores e demais colaboradores da equipe, transparência efetiva nas ações, respeito à todos os membros da equipe, ferramentas de trabalho que compões o dia-a-dia e até mesmo o ambiente físico pode ter interferência, até sua efetiva saída.

Toda essa mudança transformadora na Experiência do Colaborador, está gerando uma verdadeira revolução no gerenciamento da força de trabalho, apesar de ainda muitas empresas não estarem seguras de como efetivamente aplicar tais alterações em seus processos e de como podem refletir em aumento da satisfação do colaborador e por cadeia de valor, na satisfação do cliente final.

Uma experiência fenomenal do colaborador é extremamente eficiente e benéfica para reter, atrair, adquirir os melhores talentos. Ponto hoje, com o mercado muito competitivo é fundamental, chegando a ser um diferencial da empresa ter em seu quadro, determinados profissionais de destaque.  Proponho uma reflexão sobre alguns pontos importantes ao decorrer da Experiência do Colaborador:

Aspecto Físico: Tal item, compõe todas as partes físicas das empresas e tudo que pode ser visto, ouvido e tocado, refletindo sobre a infraestrutura que a mesma proporciona aos seus colaboradores ou mesmo as refeições oferecidas. Em caso de empresas com necessidade de deslocamento dos colaboradores, qual é a infraestrutura ofertada, como é a ação e preocupação da empresa com sua segurança e conforto. Quando tratamos de ambientes físicos internos, estamos relatando efetivamente um ambiente que possa ser utilizado e não apenas paredes bonitas porém sem espaços efetivos de refeições aos colaboradores, por exemplo.

Aspecto Cultural: Neste quadrante nos referimos aos pacotes de benefícios, estilos e bonificações de remuneração, estilo e relacionamento com a liderança, estrutura efetivamente organizacional, escalas de trabalho e políticas claras de feriados e pontes, plano de desempenho e performance, além da satisfação efetiva do colaborador de como ele se sente efetivamente quando está dentro da companhia.

Aspecto Tecnológico: Nos referimos a todos os itens tecnológicos fundamentais para a realização do trabalho, sendo composto por computadores, sistemas operacionais, telefonia e etc.

Aspecto de Segurança: Neste quadrante estamos nos referindo a todo que qualquer aspecto que possa trazer insegurança ao colaborador, tais itens pode ser sobre a o futuro da empresa, pressões e ameaças dos superiores ou mesmo de risco de saúde físico ou mental dos colaboradores.

Ao realizar uma nova estratégia de experiência do funcionário, recomendo analisar a compreensão da cultura da empresa que cada colaborador possui efetivamente, quais são as percepções deles com relação a empresa e aos investimentos que recomendam que sejam realizados. Naturalmente que cada colaborador terá sua própria interpretação sobre a cultura da empresa e esta é totalmente baseada na jornada que possui.

Neste momento é de extrema importância que a empresa colete feedbacks claros e objetivos com questionamentos direcionados. É a hora da empresa ter “empatia” com os colaboradores, de forma a encantá-los, acompanha-los, pesquisa-los, ouvi-los em feedbacks diários e entrevista-los com transparência e ética. Sugerimos alguns pontos para iniciar, sendo:

Quais são seus maiores desafios e obstáculos para o não atingimento de suas metas pessoais e de sua equipe?

Quais as ferramentas e meios de processo ou alterações que sugere para que efetivamente ocorra a melhoria de performance com satisfação interna dos membros?

Se você descrevesse sua a empresa como uma pessoa, como ela seria? Gostaria de tê-la como sua mentora em seu crescimento profissional?

O que você precisaria em seu espaço de trabalho e meio o que certa para melhorar o clima organizacional e proporcionar o ambiente mais saudável?

Ponto importante para a área de Gente e Gestão realizar a análise também é o volume de trabalho com relação aos colaboradores. Prover com todas as mudanças e melhorar efetivamente a experiência do colaborador requer determinação, dedicação e paciência, pois quando falamos de pessoas, devemos agir com transparência e deixando claro o esforço e tempo dedicado a nova política de forma a estabelecer um elo de confiança com os colaboradores. As mudanças não são da noite para o dia, mas necessitam de um ponto de partida.

Claramente a visão das empresas realmente empenhadas em proporcionar uma efetiva experiência encantadora para seus colaboradores e que os coloca no centro da organização visam que tal aumento da satisfação interna, reflita em aumento de produtividade e performance de seus colaboradores, redução do absenteísmo, melhoria do clima organizacional, retenção e atração de talentos, melhoria no processo de onboarding, aumento na satisfação e fidelização do cliente final, entre outros! Concluindo, colaborador feliz proporciona cliente final feliz!

Deixe uma resposta