Saúde Financeira: educação e disciplina

Projeto de Lei nº 25/2019 e já foi “aprovado que assegura educação financeira nas escolas do ensino médio em Mato Grosso do Sul a proposta é a de que disciplinas poderão contemplar os princípios de planejamento, gerenciamento, avaliação e controle da economia pessoal e familiar, oportunizando a obtenção de informação, formação e orientação para o desenvolvimento de competências financeiros do cidadão.”

A educação financeira deveria ser matéria obrigatória nas escolas, aprender como é economizar desde crianças, os nossos pais nunca nos ensinaram o valor real do dinheiro, digo isso porque quando meus pais me davam mesada a primeira coisa que eu fazia era gastar tudo. E isso me deixava feliz, era prazeroso comprar aquele tênis, calça de marca, nossa era maravilhoso essa sensação! E tudo isso era apenas para ser aceito nas “rodinhas de coleguinhas”.

No Brasil é cultural, o brasileiro não sabe poupar e muito menos economizar aquele salário suado. Hoje nossa cultura se resume a “pagar boleto”, o que me transparece é que o brasileiro ama pagar boletos e viver de parcelas longas. Esse fato nos aprisionam e muitas vezes nem dormimos direito pensando nas contas, na escola das crianças, na conta de água, luz e telefone, e será que vai sobrar algum dinheiro esse mês?

Educação financeira tem que ser um hobby, e não digo de gostar de mercados de capitais e sim, de nos deixarmos seguros pensando no futuro. Sabe por onde se começar? Nas pequenas coisas dentro de casa, se organizando e controlando.

Eu tinha uma secretária do lar para cuidar das minhas coisas de casa quinzenal, é ruim isso? Não mas era cômodo, tinha tempo a noite o suficiente para poder limpar a casa mesmo com o dia inteiro trabalhando e depois academia a noite; e chegava tarde em casa e ainda ia fazer a marmita do dia seguinte para assim começar mais uma rotina.

Ter disciplina é um desafio, dispensei a secretária do lar e comecei a limpar a casa durante a semana, não tirava um dia “o da faxina” pois levava muito tempo e é cansativo. Olha ser dono de casa não é fácil, limpo um cômodo por dia e levo em média 20 minutos e assim deixo a casa impecável a semana inteira.

Comecei a economizar aos poucos, cortando despesas desnecessárias, pagando contas em dias para não pagar juros e multas, não estou dizendo que não tenho dívidas, tenho sim mas hoje é controlado! Já fiquei no vermelho por causa do cartão de crédito devendo R$ 20.000,00 (vinte e mil reais) por compras por impulsos e quem já teve ou tem dívidas com cartões de crédito sabe muito bem como é essa bola de neve, é um sufoco! Enfim eu negociei essa dívida com a operadora do cartão e parcelei durante 4 (quatro anos) meu dinheiro indo para o bolso dos outros por incompetência e falta de administração minha. Enriquecendo os outros com juros e multas e eu pobre. Quando eu finalizei essa dívida foi um alívio tão grande que da mesma forma que eu tive o prazer do poder de compra, foi da sensação quando quitados.

A educação financeira é disciplina, organização e controle, leio sobre finanças e tenho como hobby, não estou dizendo para você começar a entender sobre mercados de capitais, ações, fundos de investimentos, poupança e entre outros, mas sabe quando você vai para a academia e começa a ver os resultados? É assim que funciona a vida financeira, é de ter um estilo de vida com uma saúde e cuidado, hoje em dia existem aplicativos, planilhas de excel, cadernos, folhas sulfites, youtube e dentre outras soluções para planejamento financeiro. O importante é controlar bem as suas finanças e saber realmente o valor do dinheiro.

Deixe uma resposta