Siga-nos nas Redes Sociais

Marketing

Marketing de Conteúdo: O que faz uma marca de pneus distribuir guias turísticos?

Neste artigo você vai entender a lógica do Marketing de Conteúdo, por meio do case de sucesso da marca de pneus Michelin.

Lai Dantas

Publicado

em

Foto: Michelin

É final do século XIX e em Clermont-Ferrand, no interior da França, os irmãos Edouard e André Michelin assumem a pequena fábrica de pastilhas de freio de seu avô. Eles ainda não sabem, mas agora são donos do que será – um dia – a oitava empresa com maior reputação a nível mundial e o maior exemplo de Marketing de Conteúdo de todos os tempos:

  • Por passarem horas trocando pneus de bicicletas, fabricaram um pneu desmontável (1891);
  • Para uma viagem mais confortável aos que andavam de carruagem, desenvolveram pneus silenciosos (1894);
  • Com a criação do automóvel, idealizaram o Éclair: um veículo equipado com pneus próprios (1895);
  • Pensando em crescer no recente mercado automobilístico e com apenas 3 mil carros circulando pela França, criaram conteúdo.
Foto Divulgação: Michelin

Guia Michelin

Em 1900, o Guia Michelin, um guia turístico com mapas, dicas de planejamento de viagem e de como trocar o pneu do carro, além de informações sobre os melhores restaurantes e hotéis da região, foi distribuído gratuitamente para milhares de pessoas.

Mas afinal, o que faz uma marca de pneus distribuir guias turísticos?

Se você se fez essa pergunta, acompanhe a seguinte hipótese:

Recebi o Guia Michelin e, surpreendentemente, o conteúdo despertou minha vontade de viajar. Decidi, então, viajar de carro para conhecer os lugares incríveis aos quais tive acesso por meio do exemplar. Posteriormente viajei novamente, e depois de novo, de novo e de novo. Meus pneus ficaram gastos e, por isso, precisei trocá-los. Enfim, em qual marca de pneus pensei primeiro? Michelin, sem dúvida.

BINGO! Isso é Marketing de Conteúdo!

Marketing de Conteúdo

(…) Uma maneira de engajar com seu público-alvo e crescer sua rede de clientes e potenciais clientes por meio da criação de conteúdo relevante e valioso, atraindo, envolvendo e gerando valor para as pessoas de modo a criar uma percepção positiva da sua marca e assim gerar mais negócios – Rock Content.

Como diz Seth Godin, CEO de uma das primeiras empresas de marketing digital, o marketing que funciona é aquele que as pessoas escolhem prestar atenção, uma vez que não dá mais para sobreviver interrompendo estranhos com uma mensagem que eles não querem ouvir, ainda mais sobre um produto do qual nunca ouviram falar e usando métodos que os incomodam. Os consumidores têm muito pouco tempo e capacidade para tolerar isso.

Em síntese, o Marketing de Conteúdo é a última estratégia de marketing que restou.

O Guia Michelin não precisou dizer ser a melhor fabricante de pneus da França ou do mundo ou contar sobre a qualidade de seus pneus (principal produto da empresa). Tampouco ofereceu promoções ou descontos imperdíveis a fim de vender mais. Ao invés disso, educou o público e como consequência, ganhou autoridade no assunto e influenciou na decisão de compra de inúmeros leitores.

Hoje, o guia francês conta com uma equipe que percorre o mundo inteiro para avaliar restaurantes e premiar, com estrelas, os que se destacam.

Quer conquistar sua audiência? Troque propaganda por relevância!

Quer uma estratégia que dê resultados duradouros? Aposte em Marketing de Conteúdo!

_________

Você também pode ler este mesmo artigo aqui e aqui.

*O Jornal 140 não se responsabiliza pela opinião dos autores deste coletivo.

Lai Dantas é profissional de marketing e acredita que o futuro é de marcas que se importam com pessoas. Atualmente, empreende na internet como produtora de conteúdo. Adora um café quente e um bom livro!

Marketing

3 vantagens de ter um perfil comercial no Instagram

Neste artigo, você também vai aprender como mudar sua conta para conta comercial no Instagram.

Lai Dantas

Publicado

em

Foto: Unsplash

Conhecido por implementar mudanças ora bem recebidas, ora motivos de críticas e polêmicas, o Instagram é hoje uma das redes sociais mais utilizadas por empresas brasileiras. Inegavelmente o rei do engajamento sabe acompanhar as necessidades do público que tem e um exemplo claro é a opção de perfil comercial que disponibilizou.

Por consequência da atualização, marcas empresariais e pessoais passaram a ter acesso a informações fundamentais para a construção e manutenção das estratégias que desenvolvem para a plataforma, uma vez que curtidas e comentários já não são parâmetros de resultados há muito tempo.

Vantagens de ter um perfil comercial

Mensurar resultados

Com o perfil comercial, é possível obter dados como alcance, impressões, visualizações, cliques, dados demográficos (idade, cidade, gênero etc.), assim como saber quantas pessoas salvaram sua publicação, compartilharam seu post com outro usuário, visitaram seu perfil ou clicaram no seu site (caso tenha um).

O que isso significa? Ter acesso ao que funciona e ao que não funciona nos permite ajustar a estratégia, o conteúdo e até mesmo o investimento.

Inserir opções de contato

Outra vantagem é que você pode inserir informações públicas da sua marca, como endereço de e-mail, endereço comercial e telefone. Além disso, também é possível adicionar um botão de ação e, dessa forma, seus clientes poderão interagir com sua empresa a partir do seu perfil.

Comprar, agendar, reservar e iniciar pedido são algumas das opções disponíveis no momento.

Foto: Unsplash

Agendar publicações

Recentemente o Facebook liberou o agendamento de posts no Instagram. O mesmo vale para IGTV e tudo pode ser programado por até seis meses. Você só precisa ter um perfil comercial.

Nessa o Estúdio de Criação do Facebook mandou muito bem, já que antes, para manter a organização e o calendário de postagens em dia, era preciso recorrer a ferramentas pagas de gerenciamento de redes sociais.

Como mudar sua conta para comercial no Instagram

Siga o passo a passo:

  1. Em primeiro lugar, acesse as configurações da plataforma e selecione a opção conta;
  2. Em seguida, opte por “mudar para conta profissional”;
  3. Escolha a opção que melhor descreve você ou seu negócio (criador de conteúdo ou empresa) e clique em avançar;
  4. Depois, selecione a categoria que melhor descreve o que você faz.
  5. Então, preencha suas informações públicas de contato;
  6. Opte por conectar sua página a uma conta do Facebook ou não;
  7. Enfim, seguindo todos esses passos, você terá um perfil comercial.

Gostou do artigo?

Talvez você também se interesse por: Marketing de Conteúdo: O que fez uma marca de pneus distribuir guias turísticos.

*O Jornal 140 não se responsabiliza pela opinião dos autores deste coletivo.
Continuar Lendo

Marketing

Por que produzir conteúdo é importante?

Neste artigo, você vai entender – de forma simplificada – a importância da produção de conteúdo.

Lai Dantas

Publicado

em

Foto: Michelin

Produzir conteúdo não se resume a escrever, tampouco escrever apenas para um blog ou falar sobre determinado assunto nos Stories do Instagram. Não à toa, dentro do marketing digital é a estratégia mais utilizada por empresas.

Blog post, post para redes sociais, webinar, vídeo, podcast, newsletter, e-book, infográfico, enquete, meme, gif, estudo de caso, guia, lista, ao vivo e por aí vai: ao entregar valor para a pessoa certa, por meio de materiais relevantes, você acaba criando uma percepção positiva sobre sua marca, seja ela pessoal ou empresarial.

Vamos falar um pouco mais sobre isso? Continua comigo.

Produzir conteúdo é centenário!

O conteúdo como estratégia surgiu há muito tempo e não foi na internet.

Lembra quando eu falei sobre a marca de pneus que distribuiu guias turísticos para motoristas de uma região interiorana da França? Pois é. Isso faz mais de 100 anos.

Michelin

A empresa da qual estou falando é a Michelin. Ao invés de distribuir panfletos prometendo a melhor qualidade do mercado, disponibilizou exemplares com dicas de viagem e informações sobre os melhores estabelecimentos para comer e se hospedar. Assim, motoristas começaram a viajar de carro cada vez mais para conhecer esses lugares incríveis e, como consequência de tantos quilômetros rodados, uma hora precisaram trocar os pneus gastos. Entendeu a sacada?

Leite Moça

Um exemplo mais atual é o leite condensado Moça da Nestlé.

Com a reformulação da embalagem, as latas passaram a vir com receitas no verso. E depois mudou ainda mais. O produto agora vem com um QR Code que redireciona o consumidor para as redes sociais, onde é possível conferir a receita completa e outras opções. Um prato cheio para quem gosta de cozinhar e quer aprender novas sobremesas!

Produzir é importante porque…

Os hábitos de consumo mudaram e como diz Seth Godin, o marketing que funciona no momento é aquele que as pessoas escolhem prestar atenção. Ou seja, o marketing de conteúdo: que atrai, envolve e gera valor.

A produção de conteúdo, então, nada mais é do que uma forma de construir relacionamentos duradouros entre uma marca e um consumidor, levando em consideração que ele tem um mundo de informações na palma da mão.

Com um leque de possibilidades, por que escolher a opção L e não a opção A, B, C ou Z? Por que escolher você e não o concorrente?

Porque você conhece suas dores e necessidades, bem como seus anseios e desejos, como ninguém. E não interrompe, não apela e não implora. Você só está ali interessado em solucionar, educar e ensinar, ao invés de simplesmente vender. Né?

Portanto, crie! Crie de forma consistente e se torne inesquecível!

*O Jornal 140 não se responsabiliza pela opinião dos autores deste coletivo.
Continuar Lendo

Trending